Todos os Pianos do Mundo

Pianístico 2020 suspende espetáculos presenciais

Em função do aumento dos casos de coronavírus em Santa Catarina, nas últimas duas semanas, a Comissão Central Organizadora do Pianístico 2020 está cancelando a presença de público nos espetáculos previstos para o Teatro Juarez Machado. A medida atende a recomendação da prefeitura de Joinville, em decreto publicado nesta semana. “A realização do Pianístico 2020 foi planejada em meio à pandemia, mas com um cenário de baixa. Diante da mudança desse quadro, para garantir a saúde da população de Joinville e região, decidimos suspender os eventos presenciais”, afirmam Carlos Branco, presidente da comissão, e Albertina Tuma, coordenadora geral.

Todos os espetáculos, cursos e workshops programados estão mantidos e serão transmitidos pelo YouTube e Facebook do Pianístico. Cursos e workshops, com público restrito, também terão o formato presencial (vagas já esgotadas). Não haverá mudanças nos shows em sistema drive-in previstos para o 4º piso do estacionamento do Shopping Mueller, com os grupos Jeff Gardner Trio e Luciano Leães Trio, na sexta-feira, 4. Tudo de acordo com as determinações das autoridades locais.

“O Pianístico 2020 agradece a seus patrocinadores, apoiadores, equipe e autoridades, que seguem acreditando nesta ideia que tem projetado Joinville no Brasil e no mundo, como centro de referência na cultura do piano. Certamente, teremos nesta terceira edição o mesmo sucesso que vem caracterizando este evento anualmente, e contamos com o público nos espetáculos pela internet”, concluem os organizadores.

Agora on-line, a abertura do festival será com o Amilton Godoy Trio, na quinta-feira, 3 de dezembro, às 20h. O espetáculo faz um tributo ao celebrado Zimbo Trio. Amilton Godoy foi fundador do Zimbo Trio, grupo que nasceu nos anos 1960, no auge da Bossa Nova, e gravou mais de 50 discos de música instrumental brasileira, sozinho ou com a participação de cantoras como Elis Regina e Elizeth Cardoso. “Tributo ao Zimbo Trio” relembra músicas emblemáticas, como o primeiro arranjo do Zimbo feito para “Garota de Ipanema”, além de trazer uma homenagem personalizada em “pot-pourri” para Milton Nascimento e sua revolução harmônica. A intenção principal de Amilton é enaltecer a obra do Zimbo Trio, por meio da regravação de algumas de suas melhores músicas. Ao seu lado, o baterista Edu Ribeiro e o contrabaixista Sidiel Vieira.